Castração de animais

DPBEA realizará castrações no segundo semestre

 

O Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal realizará campanha de castração de animais no segundo semestre. A notícia foi dada pelo secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Zezé, durante a Audiência Pública sobre Bem-Estar e Proteção Animal realizada pela Câmara Municipal de Hortolândia no último dia 22 de junho.

A audiência teve o intuito de discutir ações em relação aos animais domésticos da cidade e ao trabalho desenvolvido pelo DPBEA, que foi criado recentemente pela Administração Municipal. Entre as ações apresentadas pelo Departamento, o vice-prefeito anunciou campanha de castração, assim como foi realizada o ano passado, para suprir uma necessidade da cidade evitando a reprodução indesejada e agravando a quantidade de animais. “A castração está programada para o segundo semestre. Com a ajuda do DPBEA e dos protetores e ONGs da área vamos avançar muito ainda no que diz respeito a proteção e bem-estar dos animais”, comentou ele.

Esta é a primeira vez que a Câmara abre suas portas para discutir o bem-estar animal. “A Câmara tem se dedicado a grandes discussões neste ano através de audiências públicas com temas relevantes, e não poderíamos deixar os animais de lado. É um assunto de grande relevância em Hortolândia que precisava ser discutido com urgência. Desta reunião será elaborado um documento para que a prefeitura possa usar as ideias para melhorar o trabalho do recém-criado departamento”, ressaltou Zaca (PTB), presidente da Câmara.

A audiência contou também com uma palestra do médico veterinário Douglas Presotto do CCZ, falando da importância do DPBEA e da elaboração de um estatuto dos animais, que atualmente é discutido com o Conselho Municipal de Proteção Animal. “É importante ter uma legislação que olhe para todos os aspectos da proteção do bem-estar animal e que ampare toda a ação do DPBEA, além da capacitação de todo o pessoal que trabalha nessa área”, elencou o veterinário.

O vereador Thiago Mascarenhas (PRB) falou da importância das discussões durante a audiência. “Hoje construímos uma ponte entre as necessidades da proteção animal e os Poderes Legislativo e Executivo. Vamos trabalhar pois temos os próximos anos para mudar a questão da causa animal. Não está difícil, pois com boa vontade dos protetores temos feito muito, e agora teremos uma estrutura oferecida o que melhorará muito a vida destes animais”.

A necessidade de campanhas de castração, educação para posse responsável foi bastante ressaltada pela presidente do Conselho Municipal de Proteção Animal, Mônica Moreira Fonseca. “Sem política pública efetiva, castração gratuita, posse responsável os protetores não resolverão sozinhos. Precisamos da efetividade das leis de proteção animal”.

Plano Plurianual

Em agosto a Câmara votará o Plano Plurianual 2018/2021 que permeará todos os investimentos nos próximos quatro anos na cidade. “O DPBEA é novo e não possui orçamento para tocar seus trabalhos, mas vamos votar o PPA em agosto e vamos incluir emendas para que a pasta tenha recursos para tocar os trabalhos da proteção e bem-estar animal. Eu e o vereador Thiago já fizemos emenda na LDO para que as entidades de proteção animal possam receber subvenção para trabalhar e atender a demanda grande da cidade. Aos poucos vamos trabalhando e melhorando as condições para que tanto o DPBEA quanto os protetores tenham condições de atuar cada vez mais em Hortolândia”, comentou o vereador e presidente da Comissão de Bem-Estar Social, Direitos Humanos e Cidadania, Régis Bueno (PEN).

Também participaram do evento os vereadores Edivaldo (PSD) e Gervásio (PT).

RUA JOSEPH PAUL JULIEN BURLANDY, 250 - PQ. GABRIEL - HORTOLÂNDIA/SP - CEP 13186-620 - TEL(19) 3897-9900

Horário de Atendimento ao Munícipe - De segunda a sexta-feira das 08:00 às 17:00 horas